Cai diferença no preço de imóveis entre São Paulo e Buenos Aires

Levantamento inédito realizado pelo Imovelweb, um dos maiores portais do mercado imobiliário brasileiro, revela e compara o comportamento dos preços dos imóveis entre São Paulo e Buenos Aires. De acordo com o Imovelweb Index, os valores médios de São Paulo são menores que os praticados na capital argentina. No entanto, a tendência de leve recuperação na capital paulista e de queda em Buenos Aires aproxima os valores praticados nas duas metrópoles. 

O preço médio do metro quadrado em Buenos Aires está em R$ 7.900,00, valor 8% acima dos R$ 7.300,00 registrados na região central de São Paulo. Na capital paulista, os valores oscilam entre R$ 16.300 a R$ 4.300,00, enquanto que, na região portenha, os preços ficam entre R$ 5.000 e R$ 18.000 o metro quadrado.

Apesar da variação, em dezembro de 2015, a diferença era mais significativa. No final do ano passado, o preço médio na capital federal argentina estava em R$ 8.545,00 o metro quadrado, contra R$ 7.280,00 em São Paulo. Se considerados os preços em dólares, os valores do metro quadrado em São Paulo subiram 9,7% no período (passando de US$ 1,881 para US$ 2,063)  e, em Buenos Aires, 1,7% ( de US$ 2,207 para US$ 2,232). 

“Entre dezembro de 2015 e maio de 2016, a diferença de preços caiu de 17% para 8%. A variação cambial no Brasil tem impacto direto nesta melhora dos valores em São Paulo. No mês passado, o real acumulou uma apreciação de 9,4%, o que equivale a uma diminuição do valor do dólar norte-americano de 8,6%. Como consequência, há uma recuperação nos preços médios quando comparados em dólar”, explica Mateo Cuadras, CEO do Imovelweb.

A análise considera a chamada zona central de São Paulo, que inclui as regiões Centro,  Centro-Sul, Sudeste e Oeste. Ao todo, são 367 km² e 4 milhões de habitantes, com uma densidade de 10.880 habitantes por km². Em Buenos Aires, a análise considera a capital federal, com 48 bairros da cidade. Ao todo, são 202 km² e 3 milhões de habitantes, com uma densidade de 14.200 habitantes por km².

Apesar do preço médio superior ao de São Paulo, Buenos Aires possui apenas um bairro com valor médio acima de R$ 11.000. Em Puerto Madero, o preço médio está em R$ 18,006. Já em São Paulo, há 12 bairros com valores acima desse patamar. Os destaques ficam para Jardim Europa (R$ 16.295), Vila Nova Conceição (R$ 16.124) e Ibirapuera (R$ 16.050).

O levantamento mostra também o perfil dos imóveis à venda nas duas cidades e avalia o poder de compra nas duas regiões. Enquanto em São Paulo, 90% dos imóveis possuem ao menos uma vaga de garagem, em Buenos Aires, apenas 30% dos apartamentos possuem vagas.

Considerando o salário médio de R$ 2.300,00 ao mês em São Paulo e de R$ 3.241,00 em Buenos Aires, em média, o paulista demora cerca de 17 anos para conseguir adquirir um apartamento de 65m². Em Buenos Aires, este tempo cai para 13 anos. A análise considera o valor de R$ 513 mil para um apartamento de 65m² em Buenos Aires e de R$ 574 mil em São Paulo.

“Se considerarmos as regiões com preços mais baixos nas duas cidades, o tempo necessário para comprar um apartamento de 65m² será equivalente a 10 anos. Neste caso, os paulistas conseguem comprar um apartamento de R$ 279 mil e os argentinos, de R$ 390 mil”, acrescenta Cuadras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s