ABIMEI apoia “Dia de Doar” da Fundação Dorina Nowill

Neste dia 29 de novembro, a Fundação Dorina Nowill participa do “Dia de Doar”. A ação é realizada em conjunto com a ABIMEI (Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais) e com a Kiddo, uma das mais tradicionais fabricantes e importadora do setor de puericultura pesada nacional.

A construção de uma sociedade mais inclusiva passa pela mobilização de cidadãos e empresas como a ABIMEI e a Kiddo, dispostas a doar tempo, influência ou dinheiro. É importante ter parceiros que acreditem no potencial das pessoas cegas ou com baixa visão e que apoiem ações para o seu desenvolvimento”, comenta Ika Fleury, presidente do Conselho da Fundação.

De acordo com Ika, cada pessoa tem potencial de ser um formador de opinião, principalmente por meio das redes sociais, uma importante ferramenta atualmente, utilizando a hashtag #diadedoar. Assim, mais pessoas que estão fora do contexto da doação são impactadas.

É muito importante chamar a atenção de todos para a prática de doação e falar sobre a Fundação Dorina Nowill, com todo seu empenho e seriedade nos trabalhos realizados, é um prazer ajudar nesta ação”, comenta Paulo Castelo Branco, presidente da ABIMEI.

É uma honra participar desse projeto junto com a Fundação Dorina e usar nossas redes para mostrar um pouco do que fazem e convidar a todos a doarem, inclusive seu tempo, para causas importantes como a de inclusão de pessoas cegas ou com baixa visão”, diz Reynaldo Silva, gerente Comercial da Kiddo.

O que é o “Dia de Doar”?

O Dia de Doar (www.diadedoar.org.br) é um movimento mundial que incentiva a solidariedade e a promoção da cultura de doação. A iniciativa acontece no dia 29 de novembro e é promovida pelo Movimento por uma Cultura de Doação, uma coalizão de organizações e indivíduos que promovem a cultura de doação no país, e já conta com 1000 parceiros em 2016, entre ONGs, empresas e indivíduos.

O Dia de Doar é uma ação que é parte de um movimento que surgiu em 2012 nos EUA, com o nome Giving Tuesday, e em contraponto ao consumo excessivo das festas de final de ano e ao dia de descontos, o “Black Friday”. No Brasil, a primeira edição da campanha foi realizada em 2013, e desde 2014 o país faz parte oficialmente da edição global.

Sobre a Fundação Dorina para Cegos

A Fundação Dorina Nowill para Cegos atua há quase 70 anos para facilitar a inclusão de crianças, jovens e adultos cegos e com baixa visão, por meio de serviços gratuitos e especializados de reabilitação, educação especial, clínica de visão subnormal e programas de empregabilidade. A instituição é referência na produção de livros e revistas acessíveis nos formatos braile, falado e Daisy, distribuídos gratuitamente para pessoas com deficiência visual e para mais de 2500 escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil. Em 2015 realizamos 23.779 atendimentos, 2.800 instituições, escolas e organizações beneficiadas, 145 mil livros distribuídos nos formatos braille, fonte ampliada, áudio de Daisy e 2.800 pessoas impactadas por cursos, capacitações e sensibilizações a respeito da deficiência visual. www.fundacaodorina.org.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s