Palavra do presidente

Na medida em que o ano avança, vai se tornando  mais claro que a crise que o Brasil enfrentou chegou ao fim. Em 2017 o Brasil cresceu 1% segundo os dados oficiais divulgados e embora não seja um valor expressivo é certamente um bom sinal em comparação com os últimos anos de recessão. As perspectivas econômicas para os próximos dois ou três anos são favoráveis, mas vale ressaltar que o país precisa de mudanças estruturais urgentes para consolidar seu crescimento e poder, eventualmente, acelerar o ritmo de expansão econômica.

Em primeiro lugar são essenciais duas reformas: a da previdência, já em discussão, e a tributária. Se o Brasil conseguir aprovar essas duas medidas até o ano de 2020, temos convicção de que a próxima década será muito melhor para o país do que o ciclo que vivenciamos agora. Essas reformas são vitais para o crescimento sustentável da nação. No entanto, para que elas sejam discutidas e aprovadas, é preciso que os governantes – quaisquer que sejam eles – deixem de lado o populismo e a demagogia e pensem primeiramente no que é melhor para o Brasil no médio e longo prazo. Não e fácil encontrar governantes com essa visão, mas sempre vale ter esperanças.

Com reformas como estas, o Brasil poderá ter mais tranquilidade para desenvolver temas que estão pendentes há muitos anos. Uma política industrial, por exemplo.

Esses mudanças não serão fáceis, mas elas são essenciais para o nosso futuro.

Paulo Castelo Branco

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s