Empresas questionam bônus a auditores que fazem parte do Carf

A criação de um bônus de eficiência para auditores fiscais levou a Justiça a suspender sete processos que tramitavam no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), entre eles dois da BM&F Bovespa. O número de empresas buscando liminares na Justiça, porém, deve crescer nas próximas semanas.

Desde dezembro, servidores da Receita Federal passaram a receber uma gratificação que aumenta à medida que o órgão arrecadar mais. Ocorre que metade dos conselheiros do Carf são auditores fiscais, recebem o bônus e julgarão, justamente, recursos de contribuintes contra as decisões do fisco.

As empresas recorreram à Justiça para suspender julgamentos com a alegação de que o pagamento da gratificação compromete a imparcialidade dos conselheiros do Carf, já que eles receberão mais se mantiverem as autuações da Receita em seus julgamentos. Com sete liminares concedidas, poderá haver um efeito cascata afetando uma série de processos.

“O bônus vai na contramão da tendência atual de absoluta impessoalidade e transparência. É ruim para o País como um todo se tivermos uma indústria de multas que pune quem produz e afasta investimentos”, afirmou o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia.

A comissão tributária da ordem concluiu que o bônus é inconstitucional e o pleno da entidade analisará, em março, se entra com uma ação de inconstitucionalidade no STF. Com isso, todos os julgamentos do Carf poderão ser suspensos, o que paralisará a análise de 120 mil casos que tramitam no conselho, referentes a mais de R$ 600 bilhões em autuações da Receita Federal. “Mais uma paralisação seria péssima para a imagem do Carf. As instituições têm que agir rápido para superar essa crise”, disse Lamachia.

O sócio-fundador do escritório Mattos Filho, Roberto Quiroga, diz que a tese jurídica em torno de tais liminares, que questionam o bônus de eficiência dos auditores fiscais, é bastante robusta. “O tema já foi judicializado. Nosso aconselhamento tem sido de que a matéria jurídica é séria e forte”, afirmou.

O presidente do Carf, Carlos Alberto Barreto, porém, disse que os contribuintes estão pedindo a suspensão de julgamentos do órgão como “estratégia processual” para adiar as decisões. “Pode haver mais ações, mas não acredito que essa tese vingue no Judiciário”, afirmou.

Fonte: Estadão.com

Veja o funcionamento da nova impressora carimbadeira da BRÁSIA

Durante a Feira do Empreendedor, do SEBRAE, evento realizado em São Paulo até o dia 21 de fevereiro, a BRÁSIA apresentou um equipamento único dentro do mercado nacional.

A impressora carimbadeira conta com alto grau de personalização e ainda permite trabalhar com diversos materiais. Confira abaixo o vídeo demonstrando o funcionamento da máquina:

ABIMEI apresenta soluções para micro e pequeno empreendedores

abimei

A Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais (ABIMEI) quer mostrar aos micros e pequenos empresários que seus associados possuem produtos e soluções que atendem às necessidades de qualquer empresa, seja ela de grande ou pequeno porte.

Para isso, a entidade está representada na Feira do Empreendedor, do SEBRAE, evento realizado em São Paulo até o dia 21 de fevereiro, pelo seu diretor Financeiro, Christopher Mendes.”É importante que o micro empreendedor entenda que ele pode ter acesso a equipamentos industriais de qualidade”, observa Mendes, diretor e um dos associados da ABIMEI, a BRÁSIA, especialista em máquinas, equipamentos, acessórios e peças de reposição para as indústrias de transformação de plástico e de papel.

Um exemplo desses equipamentos é a nova impressora carimbadeira que a BRÁSIA está apresentando na Feira. Trata-se da primeira do mercado brasileiro que permite trabalhar com diversos materiais. “A mesma máquina trabalha com sacos plásticos, de TNT, de ráfia e de papel, além das usuais caixas de pizza. Basta o usuário usar a tinta adequada para cada material”, explica Mendes.

O alto grau de personalização é o grande atrativo da máquina, além de traduzir justamente o que a ABIMEI pretende mostrar aos micro e pequenos empresários.”Os nossos associados oferecem no Brasil equipamentos de alta tecnologia para todos os públicos, inclusive para empresas de porte menor”, explica o presidente da ABIMEI, Paulo Castelo Branco. “Quer o empreendedor esteja buscando equipamentos de ponta ou convencionais, que se encaixam melhor no orçamento, nossos associados poderão atender”, conclui o dirigente.

Yaskawa Motoman vai à Feimafe 2017 com novo controlador de robôs

São Paulo, fevereiro de 2017 – A Yaskawa Motoman, maior fabricante de robôs para a aplicação em indústrias no mundo, vai levar exclusivamente à FEIMAFE 2017 – 16ª Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura, o mais novo controlador de robôs, o modelo YRC 1000.

No Brasil, a Yaskawa Motoman se destaca pelo fornecimento de sistemas robotizados chave-na-mão, incluindo o fornecimento de projetos e dispositivos, além de inversores de freqüência, controladores de movimentos e de servo acionamento. O público visitante interessado nas novidades em automação industrial da Yaskawa terá na FEIMAFE a única oportunidade de conhecer os equipamentos que estarão no setor de “Automação e Robótica”.

A FEIMAFE acontece entre os dias 20 a 24 de junho no Expo Center Norte, promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado. Os demais setores da feira são: “Máquinas-Ferramenta”, “Metrologia e Controle de Qualidade”, “Ferramentas”, “Equipamentos Auxiliares, Acessórios e Componentes”, “Serviços” e “Soldagem”.

O diretor-presidente da Yaskawa Motoman, Icaru Sakuyoshi, explica que o modelo YRC 1000 tem capacidade de controlar até oito robôs ao mesmo tempo, além de ser um equipamento mais compacto, proporciona melhor performance, entre outras coisas, por vir com um processador mais veloz. Sakuyoshi está confiante nos possíveis resultados da FEIMAFE. “A feira sempre foi importante para o nosso negócio, pois dá a oportunidade de estreitar o relacionamento com clientes que buscam novas tecnologias na área de automação”.

Segundo ele, a empresa oferece soluções diferentes em automação industrial adequadas à realidade específica de produção de cada um de seus clientes. “Sempre propomos aos industriais o que chamamos de ‘investimento inteligente’ uma vez que a grande maioria das indústrias nacionais está muito longe do conceito 4.0 de automação, mas que por outro lado precisam ter mais competitividade”, afirma.

Sakuyoshi cita o exemplo dos sistemas robotizados autônomos oferecidos pela Yaskawa como um dos “investimentos inteligentes”. Depois de uma avaliação das condições da linha de produção de determinada indústria, esse sistema pode ser instalado sem que haja os enormes investimentos exigidos para o padrão da indústria 4.0.

“É claro que é importante o Brasil ingressar definitivamente na chamada indústria 4.0, mas antes que isso aconteça é preciso que haja ações por parte do poder público e da própria indústria nacional, como a abertura de linhas de crédito e mesmo uma política industrial definida. Sem isso, não há condições de o parque industrial brasileiro se modernizar e ter condições de competir internacionalmente”, afirma.

A Yaskawa Motoman participa de FEIMAFE desde 2001, e é pioneira em desenvolvimento de novas tecnologias, com sede em Tokio, no Japão, possui 26 centros de negócios localizados ao redor do mundo. No uso da tecnologia mecatrônica a empresa vem intensificando suas atividades para a expansão em áreas como a do Meio Ambiente e Energia e de Sistemas Robóticos.

Sobre a FEIMAFE

Há mais de 30 anos a FEIMAFE – 16ª Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura – é referência e o mais avançado evento na América Latina para a manufatura industrial, sendo um acelerador de negócios para a indústria. A FEIMAFE apresenta tecnologias, traz inovações, promove negócios, desenvolve relacionamentos e expande o conhecimento do público para as novas tendências e lançamentos do mercado.

A FEIMAFE 2017 é única e inovadora, pois só ela permite que os expositores comecem a experimentar benefícios comerciais antes mesmo do evento acontecer. Através do programa de Matchmaking, as empresas participantes começarão a receber contatos de compradores interessados em conhecer suas soluções.

Essa exclusividade da FEIMAFE incentiva a geração de negócios e troca de informações entre compradores e expositores a partir de agora até o pós evento, proporcionando um ambiente comercial que vai além do pavilhão. De 20 a 24 de junho de 2017 a feira acontece no Expo Center Norte, um dos mais modernos pavilhões do Brasil.

FEIMAFE: Há 30 anos o evento que mais entende a manufatura industrial.

Sobre a Reed Exhibitions Alcantara Machado

A Reed Exhibitions Alcantara Machado atua no Brasil através dos seus escritórios em São Paulo, Recife e Ribeirão Preto. Com um portfólio de cerca de 32 marcas, em todo o território nacional, o grupo traz para o Brasil as melhores práticas em exposição de eventos, com a experiência de quem é líder mundial neste mercado.

Participar de um evento organizado e promovido pela Reed Exhibitions Alcantara Machado é estar numa vitrine de relacionamento que recebe, anualmente, somente no Brasil, cerca de 1 milhão de compradores. Além do Brasil, a Reed Exhibitions atua em 42 países. São mais de 500 eventos distribuídos pelas Américas, Europa, Oriente Médio e Ásia.

16ª FEIMAFE – Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura

Data: de 20 a 24 de junho de 2017

Horários: 3ª a 6ª feira das 11h às 20h / sábado das 9h às 17h

Local: Expo Center Norte

Endereço: Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo

www.feimafe.com.br

Mais informações para imprensa:

2PRÓ Comunicação

e-mail: reed@2pro.com.br

Teresa Silva – (11)3030-9463

Myrian Vallone – (11) 3030-9404

Luciano Somenzari (11) 3030-9435

ABIMEI discute mudanças na regulamentação do conteúdo local para bens de produção em evento do BNDES

 

seminario-bndes-1-clareada

Nos dias 13 e 14 de fevereiro os principais representantes dos segmentos público e privado de bens de produção participaram do seminário As Políticas Industriais e de Conteúdo Local no Brasil e no Mundo. A ABIMEI (Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais), principal representante deste setor, foi convidada para o painel A PCL no Brasil – Oportunidade e Desafios.

O evento foi realizado na sede do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), no Rio de Janeiro. Um dos temas centrais da conferência foi a experiência do país com a política de conteúdo local, assim como as novas oportunidades e desafios com a mudança da legislação, que diminui de 60% para 50% da obrigatoriedade de que os bens de produção da indústria brasileira sejam fabricados no país.

“Esta discussão é muito importante para todo o desenvolvimento da indústria nacional. O aumento da produtividade das fábricas instaladas no país também está vinculado à maior capacidade e tecnologia das máquinas e equipamentos importados. A mudança no conteúdo local vai ser muito positiva para a economia do país”, destaca o presidente da ABIMEI, Paulo Castelo Branco. Essa foi a primeira vez que a ABIMEI participou de um evento organizado pelo BNDES.

De acordo com Castelo Branco, os principais setores impactados com a mudança na regulamentação são o Automotivo e o de Óleo e Gás. “Esses dois segmentos são muito beneficiados pelo investimento de máquinas e equipamentos importados. O ganho em capacidade e qualidade de produção será fundamental para a retomada destas indústrias no país”, afirma o executivo.

Também participaram do painel Marcos Adolfo Ribeiro Ferrari, secretário de Planejamento e Assuntos Econômicos do Ministério do Planejamento; Henrique Oliveira Miguel, coordenador-geral de Microeletrônica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação; Esther Dweck, professor da UFRJ e ex- secretária do Ministério do Planejamento; Antonio Carlos Botelho Megale, presidente da Anfavea; Edson da Matta, conselheiro Jurídico do Sindipeças e da Abipeças; e José Velloso Dias Cardoso, presidente da Abimaq.

O seminário também contou com outros dois painéis: A Política de Conteúdo Local no Mundo e A PCL no Brasil – A Perspectiva da Indústria.

Abaixo a relação com todos os participantes dos dias de seminário:

Organizadores

  • Maria Silvia Bastos – Presidente do BNDES
  • Ricardo Ramos – Diretor do BNDES
  • Vinícius Carrasco – Diretor do BNDES
  • Claudia Prates – Diretora do BNDES

Palestrantes Convidados para o Seminário

  • Marcos Lisboa – Presidente do Insper
  • Carsten Sandhop – Diretor do Banco KFW Alemanha
  • João Manoel de Pinho Melo – Professor da Universidade Harvard
  • João Furtado – Professor da Escola Politécnica da USP
  • Edgard Corrochano – Presidente da Gamesa
  • João Paulo – Diretor WEG
  • Antônio Paulo Bianchi – Diretor de Suprimentos para a América Latina da GE
  • Marcos Adolfo Ribeiro Ferrari – Secretário de Planejamento e Assuntos econômicos do Ministério do Planejamento
  • Henrique Oliveira Miguel – Coordenação Geral de Microeletrônica do MCTI
  • Esther Dweck – Profesora da UFRJ e ex-secretária do Ministério do Planejamento
  • José Velloso Dias Cardoso – Presidente da Abimaq
  • Antonio Carlos Botelho Megale – Presidente da Anfavea
  • Edison da Matta – Conselheiro Jurídico do Sindipeças e Abipeças
  • Paulo Castelo Branco – Presidente da ABIMEI
  • Rafael Bottós – Presidente da Welle Laser
  • Walter Xicrala Brait Silva – Diretor do Grupo NB Máquinas
  • Humberto Machado Zica – Presidente do Conselho de Administração da DELP Engenharia
  • Eric Farcette – Diretor de Negócios da ALSTOM
  • Luiz Carlos Mendonça de Barros – Presidente da Foton do Brasil Caminhões
  • Roberto Veiga – Diretor da Bardella
  • Eduardo Eugênio Gouveia Vieira – Presidente da FIRJAN

TUBOTECH e wire South America reúnem líderes empresariais

Empresários, expositores, parceiros e organizadores da Tubotech | Feira Internacional de Tubos, Válvulas, Bombas, Conexões e Componentes, e da wire South America, versão Sul Americana da maior feira de cabos e fios do mundo, a wire Düsseldorf, estiveram reunidos na segunda-feira passada, dia 07/02, para conhecer em primeira-mão as novidades e expectativas para a próxima edição dos eventos, que serão realizados, simultaneamente, de 03 a 05 de outubro de 2017, no São Paulo Expo, em São Paulo.

O encontro aconteceu no Centro de Convenções do São Paulo Expo onde os presentes puderam conferir a estrutura do novo pavilhão que recebeu grandes investimentos nos últimos dois anos, tornando-se o mais moderno pavilhão de exposições da América do Sul.

A Tubotech, evento criado em 2003, e hoje consolidado como a principal feira das Américas para o setor, realiza sua 9ª edição em 2017 com expectativas de reunir 550 expositores*, em 20 mil metros quadrados de área de exposição e 15 mil profissionais altamente qualificados dos setores automotivo, óleo e gás, construção metálica, alimentício, móveis, mineração, tintas e infraestrutura, entre outros.

Com previsões mais positivas para a economia brasileira em 2017 como a retomada do crescimento do PIB e o processo de corte dos juros básicos, a expectativa é que o cenário esteja mais propício para novos investimentos, em especial, a partir do quarto trimestre do ano, data em que acontecem os eventos. “Expor nestas feiras garante uma oportunidade real para a expansão dos negócios do setor no atual contexto econômico. Com baixo investimento e elevado foco, as empresas expositoras terão a possibilidade de manter contato direto não só com clientes ativos, mas, sobretudo com potenciais, tanto de setores já compradores quanto dos inúmeros outros que visitam o evento”, destacou Luciano Targiani,diretor da Tarcom Promoções.

Criada em 2003, a Tubotech consolidou-se como a principal feira das Américas para o setor. Em 2007 tornou-se um evento bienal, acompanhando as necessidades do mercado. A feira tem entrada gratuita para profissionais e engloba toda a cadeia de valor do setor de tubos: matérias-primas, tubos, conexões e acessórios, válvulas, bombas e motobombas, máquinas para a produção, corte e conformação, acabamento, ferramentas, materiais auxiliares e medição e controle.

A Tubotech é organizada pela Cipa Fiera Milano, promovida pela Tarcom Promoções, com realização da Associação Brasileira da Indústria de Tubos e Acessórios de Metal (ABITAM). Entre as atrações simultâneas está o Techshow | Palestras dos Expositores, com debates sobre temas de interesse para o desenvolvimento de todo o mercado.

No encontro também foram apresentadas as novidades da 3ª edição da wire South America. Presente no mercado desde 2011 a wire South America é realizada simultaneamente à Tubotech, cujos produtos e visitantes têm grande sinergia.

Daniel Ryfisch, Diretor de Portfólio Internacional para Fios e Tubos da Messe Düsseldorf, apresentou as feiras wire e Tube que acontecerão em Düsseldorf, na Alemanha, em 2018, mostrando a magnitude dos eventos.

Segundo o executivo o objetivo da wire South America 2017 é apoiar e desenvolver sinergias no mercado local. “Esta é uma das feiras do setor de fios e cabos mais importantes da Messe Düsseldorf. É o único trade show que atua na América do Sul como uma plataforma internacional e que recebe o forte apoio de todas as principais associações”, afirmou o executivo em sua passagem pelo País.

O evento trará nesta edição as mais recentes tecnologias, produtos e serviços na fabricação e processamento de fios e cabos. Entre os setores presentes: fios e cabos, máquinas, equipamentos e acessórios, além de logística e serviços diversos.

A wire South America é realizada pela Messe Düsseldorf, com organização da Cipa Fiera Milano, em parceria com a Tarcom Promoções.

Ambas as feiras fazem parte do portfólio da Cipa Fiera Milano, filial brasileira da Fiera Milano, líder de mercado de feiras e congressos, tanto em número de visitantes e expositores, quanto na excelência das exposições. Com escritórios ao redor do mundo, possui um portfólio que se destaca das demais promotoras de feiras em termos de gama de setores econômicos representados e qualidade dos eventos.

No Brasil, a Cipa Fiera Milano realiza 13 feiras, englobando 11 setores da economia, além de ser responsável pela publicação de revistas segmentadas na América Latina. Fundada em 1977, a Cipa foi adquirida pela Fiera Milano em 2011, tornando-se a filial brasileira de uma das empresas líderes mundiais de feiras e congressos do mundo.

Mais informações: www.tubotech.com.br | www.wiresa.com.br

* Juntamente com a 3ª edição da Wire South America

Serviço

9ª Tubotech | Feira Internacional de Tubos, Válvulas, Bombas, Conexões e Componentes
3ª Wire South America| International Wire and Cable Fair

Data: 03 a 05 de outubro de 2017, das 11h às 19h
Local:
São Paulo Expo Exhibition & Convention Center
Endereço: Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – São Paulo – SP – Brasil
Transporte gratuito: Rua Nelson Fernandes, 450 – Acesso pelo Terminal Rodoviário Jabaquara
* Evento gratuito para profissionais do setor

Cipa Fiera Milano Press Office

RM Press | Comunicação Estratégica
Claudia Maciel
+55 11 2950-4820
claudia.maciel@rmpress.com.br

 

Clique aqui para download