Webinar –  Usinagem de alta performance com 3 E 5 eixos com a GF Machining Solutions

Data: 30/09/2021

Hora: 10:00 as 10:45 hrs

Link de inscrição: 

https://attendee.gotowebinar.com/register/7919537477050636556?source=NL

  Palestrante:Marcelo Garbelotti – Gerente de Vendas 

Marcelo Garbelotti, especialista em usinagem com mais de 25 anos de experiência no setor. Participou de vários treinamentos técnicos na sede da GF na Suiça tendo a oportunidade de ser treinado pelos mais renomados Engenheiros de Aplicação do setor e em contato com a mais alta tecnologia e inovação que o mundo metal mecânico tem no momento. 

Atualmente atua como Sales Manager na GF Machining Solutions. Porém, iniciou sua carreira como trainee em manutenção de máquinas, passando por programador de centros de usinagem e Técnico em Ferramentas de Usinagem e Técnico de Aplicação, chegando à posição de Gerente de Vendas, há 8 anos. 

Sobre o Webinar:

Durante o Webinar sobre os centros de Usinagem com 3 e 5 eixos alguns temas  serão abordados como:

  • Principais Benefícios da Usinagem em 5 eixos ;
  • Redução de Setups; 
  • Usinagens complexas – Cases de sucesso
  • Principais novidades no setor, ferramentas, softwares.

Webinar – Inovação em Texturização de moldes em Máquinas a Laser com a GF Machining Solutions

Data: 24/08/2021

Hora: 10:00 as 10:45 hrs

Link de inscrição: 

Laser  – Inovação em Texturização de Moldes por Máquinas a Laser

Registrations Link – 24/08/2021 – Laser Texturing 

https://attendee.gotowebinar.com/register/2385470054570321676?source=Newsletter

  Palestrante: Rafael Doretto – Gerente de Vendas 

Rafael Doretto, especialista em Eletroerosão com 20 anos de experiência no setor, atua também com expertise no setor de Texturização de moldes e demais peças que necessitam de texturização técnica com geometrias complexas. O mercado está em constante evolução e nos proporciona cada vez mais melhorarmos nossos processos e finalizações. E a Texturização a Laser traz isso – agilidade, precisão e infinitas possibilidades. Rafael Doretto, participou de vários treinamentos técnicos na sede da GF na Suíça tendo a oportunidade de ser treinado pelos mais renomados Engenheiros de Aplicação do setor e em contato com a mais alta tecnologia e inovação que o mundo metal mecânico tem no momento. 

Atualmente atua como Sales Manager na GF Machining Solutions., tendo passado por setores técnicos e de treinamento dentro da GF Machining Solutions, chegando à posição de Gerente de Vendas, há mais de 7 anos. 

Sobre o Webinar:

Durante o Webinar sobre Texturização de moldes por Máquinas a Laser serão abordados temas como:

  • Texturização a Laser em Moldes para o setor automotivo ;
  • Texturização de moldes para o setor de embalagens ;
  • Texturização em peças para a Area Médica ;

TRUMPF amplia cooperação com ZIGPOS

As soluções de TI da ZIGPOS vão complementar o portfólio de produtos para rastreamento industrial da TRUMPF

Ditzingen/Dresden, Agosto, 2021 – A TRUMPF está expandindo ainda mais seus negócios na área de tecnologia. A mais recente novidade é o aumento de participação na fabricante de software ZIGPOS GmbH, com sede em Dresden, de 25,1 % para 50,1 %.

“Depois de anos de cooperação bem-sucedida, as duas empresas desejam expandir ainda mais a parceria. O objetivo é implementar em conjunto novos produtos com base no padrão de localização aberta omlox”, disse Eberhard Wahl, diretor da recém-fundada subsidiária TRUMPF Tracking Technologies GmbH

A ZIGPOS e a TRUMPF, junto com muitas outras empresas, estão comprometidas com sistemas de localização abertos, baseados no padrão da indústria omlox.

A ZIGPOS já fornece componentes de software, entre outros, o sistema de rastreamento interno Track & Trace da TRUMPF. A solução determina a posição das peças de chapa metálica em tempo real e aumenta a produtividade e o planejamento na produção. Graças à tecnologia de banda ultra larga (UWB), o sistema de rastreamento pode ser usado com segurança em ambientes de produção com chapas metálicas, apesar dos reflexos.

A ZIGPOS emprega cerca de 20 pessoas. Seus clientes incluem grupos de tecnologia e empresas da indústria de semicondutores.

A TRUMPF já havia adquirido uma participação na empresa, em 2019. Com a ampliação anunciada agora, as duas empresas querem alavancar sinergias e entrar em uma aliança de desenvolvimento ainda mais estreita, mas continuam operando separadamente no mercado. Não foram divulgados detalhes da transação.

Sobre TRUMPF

A empresa de alta tecnologia TRUMPF oferece soluções de produção nos setores de máquinas-ferramenta e laser. Está impulsionando a conectividade digital na indústria de manufatura por meio de consultoria, plataforma e software. A TRUMPF é líder mundial em tecnologia e mercado de máquinas-ferramenta utilizadas no processamento de chapas flexíveis e também para lasers industriais.Em 2019/20 a empresa – que conta com cerca de 14.300 colaboradores – teve receita de vendas de 3,5 bilhões de euros. Com mais de 70 subsidiárias, o Grupo TRUMPF está representado em quase todos os países da Europa, América do Norte e do Sul e Ásia. Possui instalações de produção na Alemanha, França, Grã-Bretanha, Itália, Áustria, Suíça, Polônia, República Tcheca, EUA, México, China e Japão.A TRUMPF comemora, em 2021, 40 anos de presença no Brasil. Com sede em Barueri, a empresa possui uma operação solidificada e com abrangência para prover assistência técnica a seus clientes em diferentes regiões, sendo responsável também em dar suporte às operações na América do Sul.

Para mais informações, visite www.trumpf.com


			

SIMCO celebra 25 anos no mercado com Open House online

A SIMCO está completando 25 anos no mercado como uma das principais importadoras e distribuidoras de máquinas industriais do país. Fornecedora de fabricantes líderes do mercado mundial, a empresa comemora a marca de mais de 14 mil máquinas vendidas no Brasil e América Latina. Para celebrar a data, a empresa vai realizar no dia 30 de julho seu tradicional Open House, que pela segunda vez consecutiva será online, com novidades, máquinas a pronta entrega, descontos e condições especiais de pagamento.

Com nova logomarca, slogan e um selo especial pelos 25 anos, a empresa une seus principais conceitos com o foco poder transformar a indústria.

Para o diretor de Business Development da SIMCO, Vitor Ortega, a recompensa pelos 9.125 dias de árduo trabalho é poder acompanhar de perto a transformação da indústria nacional, vendo o país e os clientes crescerem. “Ser empreendedor exige perseverança em qualquer lugar do mundo, porém, no Brasil sabemos que é ainda mais difícil. A SIMCO enfrentou e enfrenta desafios diários e o fato de poder superá-los é o que nos motiva! Esperamos poder entregar máquinas, serviços e processos de qualidade para todo o Brasil e América Latina por muito mais tempo”, comemora.

Com previsão de crescimento de 25% em 2021, Ortega atribui a trajetória longeva e de sucesso da SIMCO à exigente escolha de fornecedores, ao comprometimento com os clientes e, principalmente, a transparência, perseverança e honestidade dos sócios e colaboradores da empresa.

Open House 25 anos – Acesse https://youtu.be/Y2wTliwcXSg

O Open House já é uma marca da SIMCO e um evento esperado por clientes, fornecedores e parceiros da empresa. Devido à pandemia de coronavírus, pelo segundo ano consecutivo, o evento será online.

Através do canal da SIMCO no Youtube será possível conferir a performance de máquinas injetoras, centros de usinagem, robôs manipuladores e periféricos e o mais esperado: o Feirão de Máquinas, com descontos e condições especiais de pagamento.

Open House 25 anos

Data: 30 de julho de 2021

Horário: 9h – 11h

inscreva-se no link abaixo: http://simcomaq.rds.land/openhouse2021

Sobre a SIMCO

Mais do que um produto, a SIMCO disponibiliza um pacote completo de soluções em manufatura e indústria 4.0 nos segmentos de Usinagem, Transformação de Plásticos e projetos especiais. Com 25 anos no mercado, a SIMCO busca na precisão de suas máquinas inspiração para evoluir sempre e oferecer aos clientes e colaboradores um trabalho com excelência.

Reconhecida pela inovação, oferece produtos de alta performance através de marcas como FEELER, LOG Machine, Quazar, Pinnacle, Euron, DMC e FFG uma das maiores holdings de máquinas do mundo que engloba importantes marcas como Jobs, Rambaudi, Sachman e Sigma.

Com atendimento técnico comercial em todo território nacional e amplo portfólio de máquinas e estoque de peças de reposição, consegue atender com rapidez o mercado industrial brasileiro aliando qualidade, eficiência técnica e custo competitivo.

SIMCO transformando sonhos e projetos em realidade!

“Sem escolha”, empresas ampliam importação de máquinas

Compras no exterior de janeiro a maio estão 4,5% acima das realizadas no mesmo período de 2020

Com demanda em alta por máquinas e equipamentos e estoques em baixa no setor, a importação desse tipo de produto subiu 61,4% entre junho do ano passado e junho desse ano, segundo o presidente executivo Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais (Abimei) Paulo Castelo Branco. Na prática, o industrial “não tem escolha” a não ser importar, nas palavras de Castelo Branco. Essa tendência crescente deve continuar até o fim do ano, acrescentou.

A pandemia mudou muito o contexto de compras externas de máquinas e equipamentos no país, notou o executivo. Ele lembrou que, no começo, em março do ano passado, a importação de máquinas praticamente parou por cerca de dois meses. Devido à necessidade de prevenir contaminação por covid-19, o transporte internacional ficou paralisado.

Um dos maiores parceiros de importação do Brasil, de máquinas e equipamentos, é a China – justamente o país onde primeiro se verificou casos da doença.

Com o passar do tempo, a indústria brasileira começou a reagir. A partir de meados de 2020, a demanda por produtos industriais começou a operar em alta, principalmente em itens que começaram a ser mais procurados na pandemia, como notebooks e máquinas, citou Castelo Branco.

“Nos meses de junho, julho [do ano passado], as máquinas que estavam estoque em um mês e meio acabaram”, afirmou.

Isso fez com que o setor industrial aumentasse o interesse por importações, observou. E a demanda não tem diminuído: mesmo com dólar mais caro e frete em alta – um custo “oito vezes maior” ante o cenário pré-pandemia, de acordo com Castelo Branco – o interesse é crescente. “Você não tem alternativa, se quiser produzir com competitividade”, afirmou.

O cenário atual também levou a aumento no prazo de entrega do produtos. De acordo com Castelo Branco, uma máquina para ser importada, antes de pandemia, levava em torno de cem dias desde pedido inicial até entrega no país. Hoje, não se entrega por menos de 180 dias, informou ele.

Dados mais recentes da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), indicam importação de máquinas e equipamentos em US$ 1,84 bilhão em maio, altas de 19,2% ante abril; e de 56% ante maio de 2020. No ano, a importação de máquinas e equipamentos acumula US$ 8,36 bilhões, 4,5% acima de igual período em 2020.

Fonte: Jornal Valor

https://valor.globo.com/brasil/noticia/2021/07/27/sem-escolha-empresas-ampliam-importacao-de-maquinas.ghtml

Confiança na indústria tem maior nível desde fevereiro, aponta FGV

Resultado sinaliza melhora no ambiente de negócios e avanço de projetos importantes, segundo especialistas

Desde fevereiro de 2021, o mercado industrial não sentia avanços significativos no índice de Confiança, mas segundo dados da Fundação Getulio Vargas (FGV), o mês de junho finaliza com um avanço de 3,4 pontos, totalizando 107,6  em uma escala de até 200 pontos, no Índice de Confiança na Indústria (ICI), se comparado com o final do mês de maio, quando o percentual estava em 103,6. Esse é o maior nível nos últimos quatro meses, quando o ICI era de 107,9  pontos.

O crescimento da confiança é decorrente da avaliação positiva dos empresários em relação ao mercado e a perspectiva de melhora para os próximos meses. Por isso, o Índice de Situação Atual obteve um aumento de 1,8 ponto, gerando um resultado de 111,3 pontos, quebrando uma sequência de cinco quedas consecutivas. 

Também houve crescimento de 5,0 pontos no Índice de Expectativas, que chegou a 104,0  pontos, o segundo ganho consecutivo após quatro meses de queda. Segundo a estimativa traçada pela Sondagem da Indústria, junho também teve alta de 1,6 ponto percentual no Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria (NUCI), atingindo 79,4%, o maior número desde janeiro (79,9%).  

. “A indústria tem grande relevância para a economia, já que representa uma parcela significativa do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil, e vem ajudando o País a superar a mais grave crise sanitária, econômica e social que já vivenciamos. Esses dados sinalizam que há uma perspectiva positiva no longo prazo, embora ainda estejamos enfrentando muitos desafios gerados pela Covid-19” comenta Paulo Castelo Branco, economista e presidente executivo da ABIMEI (Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais). 

O economista sinaliza que o aumento no índice de confiança na indústria é fator extremamente significativo, já que sinaliza a retomada da economia brasileira e acredita que os dados positivos também foram impactados pelos últimos indicadores e acontecimentos divulgados, como a previsão de crescimento do ́PIB brasileiro, a queda acentuada do dólar e o avanço do processo de vacinação no país. 

Importações de bens de capital crescem 11,4% entre janeiro e abril de 2021

As importações de bens de capital totalizaram US$ 10 736  milhões nos quatro primeiros meses de 2021 e registraram avanço de 11,4%, ante o mesmo período do ano anterior, quando o montante chegou a US$$ 9 637 milhões, segundo dados do Ministério da Economia, compilados pela ABIMEI (Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais). 

O avanço nas importações de máquinas e insumos pela indústria neste período sinaliza perspectivas de crescimento nessa atividade nos próximos meses. Segunda a pesquisa, o volume de Peças e Equipamentos de Transporte (subcategoria que se enquadra em bens de capital) teve crescimento de 18,5%, passando de US$ 4 306 milhões, para US$5 100 milhões. Já nas importações classificadas como “exceto equipamentos de transporte”, houve alta de 12% entre janeiro e abril de 2021, na comparação com 2020, totalizando US$ 9 626 milhões, ante US$ 8 596 milhões. 

De acordo com o presidente executivo da ABIMEI (Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais), Paulo Castelo Branco, a China é o principal responsável pelo saldo positivo da balança comercial brasileira, tendo em vista que o comércio com os chineses resultou num superávit de US$ 13,7 bilhões para o Brasil. “Somente no primeiro quadrimestre de 2021, a participação do país nas importações do Brasil foi de 21,8%, confirmando a posição de principal parceiro comercial”, explica. 

A indústria de Peças e Acessórios importou 21% mais bens de capital, passando de US$ 6 531 milhões em 2020 para US$ 7 902 milhões, no mesmo período de 2021. Já a atividade industrial aumentou ainda em 24,6% a compra de bens intermediários, obtendo US$ 40 434 milhões neste ano, ante US$ 32 460 milhões atingidos em 2020. 

O especialista explica que o avanço significativo no setor evidencia que esses segmentos enxergaram o poder de  minimizar os efeitos causados pela pandemia, repensando a estratégia e comprando mais bens de capital, tanto os que são disponíveis de fabricação nacional, como os com maior tecnologia, importados de vários países do mundo. Desta forma, a capacidade produtiva do mercado nacional aumenta e consegue abastecer o mercado interno local com produtos de alta qualidade, além de preços competitivos, gerando, inclusive, a possibilidade de exportação de produtos para outros países.

Dia Nacional da Indústria – 25 de Maio

A indústria nacional representa 20,4% de todas as riquezas produzidas no Brasil. Mesmo assim é responsável por 33% do pagamento dos tributos federais, 31,2% da arrecadação previdenciária, 69,2% das exportações brasileiras de bens e serviços e 69,2% do investimento empresarial em pesquisa e desenvolvimento. Segundo a  Confederação Nacional da Indústria (CNI), para cada R$ 1 produzido pela indústria são gerados R$ 2,43 adicionais na economia, ante um rendimento de R$ 1,75 na agricultura e R$ 1,49 no setor de serviços. 

Desde a chegada da pandemia do novo coronavírus, o setor industrial vem enfrentando grandes impactos, principalmente pela redução do trabalho e pela falta de matéria prima nos processos produtivos. Porém, sabemos que o crescimento da produção industrial é um dos maiores motores para a recuperação econômica do País, logo, a indústria encontra como desafio se adaptar à nova realidade, considerando o atual hábito de consumo e o padrão tecnológico que vem sofrendo uma aceleração considerável nesse cenário. 

Hoje, dia 25 de maio, é comemorado o Dia Nacional da Indústria, data que visa homenagear o setor brasileiro responsável por movimentar grande parte da economia.  Essa data foi escolhida em homenagem ao patrono da indústria nacional, Roberto Simonsen, que faleceu nesta dia, no ano de 1948. Ele foi engenheiro industrial, administrador, professor, historiador, político, membro da Academia Brasileira de Letras (ABL), além de presidente da CNI e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

A ABIMEI celebra essa data tão importante e fomenta o desenvolvimento da indústria brasileira por meio do incentivo do uso de alta tecnologia, estimulando a competitividade das empresas nacionais no cenário internacional.

Especialista suíça em aplicação, Blaser Swisslube, comemora 20 anos de operação no Brasil

Em 2001, a Blaser Swisslube iniciou suas operações no Brasil, e registrou um marco na venda de valor no segmento de fluidos para usinagem. Em 2011, já era reconhecida pelo mercado local como uma referência em qualidade. Em 2021, com funcionários altamente especializados, continua garantindo a melhor solução, alavancando a produtividade dos clientes, tendo como pilares principais: pessoas, produtos e serviços.

A empresa emprega cerca de 600 pessoas e está presente em mais de 60 países, promovendo sua cultura familiar em escala global através de subsidiárias e parceiros de negócio. A matriz da Blaser Swisslube está localizada em Hasle-Rüegsau, Suíça, com plantas produtivas na Suíça e EUA. 

A matriz abriga um dos maiores laboratórios da indústria para pesquisa e desenvolvimento de produtos, assim como um centro de tecnologia totalmente equipado com as mais recentes máquinas CNC para testar novas soluções e simular processos dos clientes. Além disso, a empresa mantém laboratórios locais para otimizar o atendimento ao cliente.

Desde 1936, a Blaser Swisslube se destaca em soluções de lubrificação que oferecem valor agregado mensurável e são amigáveis para pessoas e para o meio ambiente. A empresa suíça familiar desenvolve, produz e vende uma gama abrangente de fluidos de usinagem da mais alta qualidade, desempenho e confiabilidade para várias indústrias. Com uma equipe de especialistas na aplicação, serviços personalizados e excelentes produtos, a Blaser Swisslube ajuda as empresas a capitalizarem ao máximo o potencial de suas máquinas e ferramentas e transformarem o fluido de usinagem em um fator-chave de sucesso – uma Ferramenta Líquida. 

TRUMPF fecha parceria com a Lantek e expande negócios de software

Aquisição irá enriquecer o portfólio de soluções da empresa com padrões de software abertos entre todos os fabricantes de máquinas

Ditzingen/ Alemanha –  A empresa de alta tecnologia TRUMPF adquiriu a software house Lantek, com o objetivo de ganhar autonomia no software de processamento de chapas que funciona independentemente do fabricante da máquina. “A TRUMPF está bastante envolvida em sistemas de automação industrial e na tecnologia como o padrão OPC-UA, para comunicação entre máquinas e dispositivos de diferentes fabricantes. A aquisição da Lantek é mais um passo nessa direção”, disse João Visetti, CEO da TRUMPF Brasil.

De acordo com Thomas Schneider, diretor gerente de desenvolvimento de máquinas-ferramenta da TRUMPF, a parceria abre a TRUMPF para o ecossistema de produção dos clientes. “Com a Lantek, cobrimos de forma abrangente a cadeia de processo de chapa metálica, mesmo com máquinas de diferentes fabricantes. Desta forma, estamos dando mais um grande passo em direção à produção de chapa metálica eficiente e conectada e enriquecendo o portfólio de soluções das nossas Smart Factories, sempre com foco no cliente”, afirmou.

Mais um passo na cadeia de aquisições

Depois de participar no desenvolvimento da umati, a interface de dados de máquina aberta; do desenvolvimento do omlox, o padrão de posicionamento aberto; e da cooperação com a especialista em intralogística Jungheinrich em veículos guiados automatizados, a cooperação com a Lantek é um passo consistente para a otimização do processo e conectividade para a produção de chapas do futuro.

“Estamos ansiosos para cooperar estreitamente com a TRUMPF. A Lantek lidera o software de chapas metálicas há 35 anos, graças à sua capacidade de trazer as melhores soluções de fabricação para qualquer máquina de corte, e este continuará sendo o nosso objetivo, garantindo a interconectividade e a independência entre os fabricantes de máquinas-ferramenta. Nossos clientes se beneficiam de um intercâmbio próximo nas principais tecnologias de IA ​​do futuro, modelos de dados e controle holístico dos processos. Isso nos permite agrupar nossas competências e desenvolver softwares para o futuro da produção de chapas metálicas de uma forma ainda mais aberta e voltada para o cliente no futuro ”, diz Alberto López de Biñaspre, CEO da Lantek.

A Lantek é uma empresa familiar especialista em software. Foi fundada em 1986 e está sediada em Vitoria-Gasteiz, Espanha. A empresa opera em todo o mundo com 20 escritórios em 14 países. Mais de 220 funcionários desenvolvem, implementam e mantêm software para chapas e metalurgia com qualquer tecnologia de corte. Isso inclui soluções CAD, CAM, MES e ERP. A Lantek continuará a operar com seu nome atual. Uma integração sob a marca TRUMPF não está planejada e a Lantek continua comprometida com a neutralidade e independência de todos os fabricantes de máquinas-ferramenta.

As empresas concordaram em não divulgar os detalhes financeiros da transação.

Sobre a TRUMPF

A empresa de alta tecnologia TRUMPF oferece soluções de produção nos setores de máquinas-ferramenta e laser. Está impulsionando a conectividade digital na indústria de manufatura por meio de consultoria, plataforma e software. A TRUMPF é líder mundial em tecnologia e mercado de máquinas-ferramenta utilizadas no processamento de chapas flexíveis e também para lasers industriais.Em 2019/20 a empresa – que conta com cerca de 14.300 colaboradores – teve receita de vendas de 3,5 bilhões de euros. Com mais de 70 subsidiárias, o Grupo TRUMPF está representado em quase todos os países da Europa, América do Norte e do Sul e Ásia. Possui instalações de produção na Alemanha, França, Grã-Bretanha, Itália, Áustria, Suíça, Polônia, República Tcheca, EUA, México, China e Japão.A TRUMPF comemora, em 2021, 40 anos de presença no Brasil. Com sede em Barueri, a empresa possui uma operação solidificada e com abrangência para prover assistência técnica a seus clientes em diferentes regiões, sendo responsável também em dar suporte às operações na América do Sul.

Para mais informações, visite www.trumpf.com